Publicidade publicidade | Portal Evangélico

Os Mistérios da Videira


Exibições: 6903 Comentários : 5

É extremamente lindo constatar como Deus usa a simbologia bíblica para revelar tremendas verdades espirituais. Ele se revela em toda sua palavra através de tipologias, simbologias e parábolas, essa é uma das formas que Deus usa para se fazer conhecer. Nesse capitulo do evangelho segundo escreveu São João é, em minha humilde opinião, aquele que mais revela a obra, a natureza e pessoa do nosso Senhor Jesus Cristo e a perfeita revelação de sua vontade para a sua Igreja, retratada aqui através da Videira.

Quando olhamos para um texto bíblico para extrair dele sua simbologia devemos nos lembrar que a bíblia revela que todas as coisas terrestres criadas por Deus são sombras das realidades celestiais, e a própria revelação da glória invisível de Deus e de sua vontade.

"Os quais servem de exemplo e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo; porque foi dito: Olha, faze tudo conforme o modelo que no monte se te mostrou."  (Hebreus 8 : 5)

"PORQUE tendo a lei a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam."  (Hebreus 10 : 1)

Podemos a luz desses textos afirmar que aqui na terra temos figuras do que existe nos céus bem como do que há de vir. A forte declaração do Senhor Jesus dizendo: “Eu sou a videira verdadeira”, nos leva a entender que a videira que conhecemos na terra pode revelar muito sobre a videira celestial. Com isso Jesus nos ensina como funciona o organismo que chamamos de Igreja e dá algumas informações sobre o que é ser verdadeiramente seu discípulo. Além disso Ele impõe condições para que alguém possa abrir sua boca para se declarar um discípulo seu.

A mensagem da videira vem como um forte despertamento para nossos dias, pois revela a linha reta em que a Igreja de Jesus deve andar. Quanto mais nos distanciarmos desse caminho chamado vontade de Deus, mais correremos o risco de nos tornarmos aqueles galhos que serão cortados e lançados no fogo. Jesus deixa claro alguns pontos bem cruciais aos seus discípulos e vamos relembra-los um por um aqui.

 

O AGRICULTOR

É aqui que a revelação da videira começa a se desenrolar. Quantos de nós poderíamos imaginar Deus Pai como um simples agricultor. Um homem com a enxada na mão, chapéu de palha na cabeça cuidando da terra dia após dia, de sol em sol? Pois é exatamente assim que Jesus nos revela o pai, como um dedicado e amoroso agricultor. A linguagem poética está aqui para bem mais do que deixar o texto bonito, ela está aqui para revelar a grandeza do Pai. Deus como agricultor é aquele que observou os tempos, e as épocas, que preparou o solo derrubando arvores e arando a terra. Deus foi aquele que construiu o cenário e o ambiente necessário para que a videira crescesse e se tornasse frutífera.

Isso não te deixa animado? Eu fico cheio de alegria quando vejo o amor e o comprometimento de Deus conosco. Jesus está dizendo que assim como Ele mesmo, a Igreja (as varas) é um lindo e especial projeto de Deus! Seja como Igreja ou como individuo todos nós somos um projeto especial de Deus. Pense um pouco sobre isso.

O Altíssimo preparou o palco para nossa chegada nessa terra! Deus gastou tempo comigo e com você quando nós ainda nem existíamos. Ele criou um plano, e ao cria-lo ele também criou uma grande dispensa espiritual que está ao seu dispor nas regiões celestiais e a chave do deposito é a fé. Não somos obra do acaso. Você não nasceu no continente que nasceu no país que nasceu  na cidade ou mesmo na família que nasceu por um acaso. Você é um projeto de Deus! Ele tem um plano lindo pra você! Talvez você ainda não tenha percebido, mas Ele vem ao longo dos anos arrancado as ervas daninhas do teu caminho, derrubando arvores solidas e frondosas para dar lugar a videira que é sua vida. Deus lhe ama muito e ainda que você não tenha consciência disso, Ele vem preparando o cenário para te exaltar no momento e na hora que o agricultor planejou.

E posso lhe dizer que ainda que as suas decisões e pecados tenham lhe arrastado para onde você não queria ir ou mesmo lhe feito sofrer de diferentes maneiras que você jamais imaginaria, não tenha medo de prosseguir, Deus é especialista em transformar as coisas ruins de nossas vidas em tremendos milagres.  

Quando Jesus apresenta o Pai como o lavrador, Ele está falando da sua total dependência dele, para realizar seu ministério terreno. Ele atribuía ao Pai suas obras, suas palavras e ensinamentos.

"As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é quem faz as suas obras" (João 14:10).

Depois ele revela que essa é a mesma dependência que as varas (a igreja) deve ter dele, a videira; “... porque sem mim nada podeis fazer”. (João 15:5).

 

JESUS É A VIDEIRA

 

A videira, também é conhecida como vinha ou parreira, ela tem seu caule arrevesado e suas raízes chegam à penetrar até seis metros de profundidade; os ramos vergam facilmente; as folhas são copiosas, divididas em cinco lóbulos com terminações em pontas agudas; as flores têm a tonalidade verde e o formato de ramos; o fruto é a uva. Como é linda essa revelação! Jesus como videira têm raízes profundas em Deus deixando claro que é do pai que ele se nutre para seu ministério terreno. Assim também devemos ter profundas raízes de amor, e consagração em Deus, nos nutrindo dEle. Não é minha intenção aqui comentar cada parte da videira mais é impossível não perceber tantas maravilhas na videira verdadeira. A raiz por exemplo é usada para diversos fins medicinais.

Olhe para as suas folhas com cinco lóbulos com suas pontas agudas. Isso fala de forma tremenda dos cinco ministérios que Jesus deu à sua Igreja.

"E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,"  (Efésios 4 : 11)

Os valores terapêuticos das folhas da videira são muito estudados e recomendados. O chá das folhas de videira possui grande atividade sobre infecções. Em bochechos, curam aftas, gengivites e estomatites, além da forte ação anti-inflamatória e cicatrizante. Ajuda a estancar hemorragias, tem ação adstringente e antisséptica, podendo ainda ser aplicado nos olhos para tratar terçol, conjuntivite e queratite. E é base de remédios farmacêuticos para o fígado. Não é incrível que os cinco ministérios dados por Jesus a sua Igreja sirva de coisas semelhantes a essas no âmbito espiritual? Os ministérios existem para que atuando no poder do Espirito Santo a Igreja permaneça limpa, curada e bela para encontrar com seu noivo no dia do arrebatamento.

 

VÓS SOIS AS VARAS...

"Toda a vara em mim, que não dá fruto, [Ele] a tira” (João 15:2).

Devemos entender que a vara da videira é importante para que os frutos da videira existam. A vara é algo muito simples que existe para servir a videira, e é nela depositado o proposito de frutificar e sustentar esses frutos. A vara não é algo separado da videira, ela é nutrida por ela, faz parte dela e tem sua vida, proposito e natureza ligados à ela. Isso significa que a vida de Jesus deve ser vivida através de nós, somos a extensão da videira que esta plantada nos céus, mais que estende seus  ramos sobre a terra. Devemos nos nutrir de toda unção e bênçãos espirituais que foram liberadas sobre nós. Apenas quando entendermos isso poderemos frutificar e viver o nosso verdadeiro propósito.

É primordial a percepção de que o nosso único e poderoso propósito na terra é frutificar. Não importa se na escola, no trabalho, na rua onde moramos ou há  milhares de quilômetros servindo a Deus em campos missionários, temos o dever de ser frutíferos. Jesus, a nossa videira verdadeira, já providenciou tudo que é necessário para que essa frutificação aconteça e seja extraordinária. A vara nada é quando desligada da videira, mais ligada à ela a vara é parte poderosa da mesma. Ligada à ela a vara tem todos os aspectos da videira. A mesma vida, o mesmo proposito e trabalho, o mesmo pensamento, a mesma vida e natureza, em tudo são uma. Todos nós ligados em Cristo somos um com Ele, e estamos assentados com Ele nas regiões celestiais.

"E nos ressuscitou juntamente com Ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;"  (Efésios 2 : 6)

É daí que vem a nossa força e autoridade para frutificar. Tudo que Jesus tem estar a disposição de sua Igreja. A vara depende da videira para tudo. A vara é fraca a videira é forte! A vara é nutrida pela videira e sem ela nada pode realizar. Somos participantes da natureza divina do Senhor Jesus e ligados nEle através da comunhão, somos nutridos para toda boa obra. Quando nos rendermos à natureza de Cristo passaremos a frutificar abundantemente. Jesus deixa claro no texto que a vida da vara deve ser de absoluta dependência da videira. Assim ela vai gerar frutos que permanecerão, ou seja, frutos que cumprirão o seu proposito. Tão importante é entender isso que Jesus nesse texto deixa algumas condições para que alguém diga que é seu discípulo (varas da videira). 

A primeira é estar ligado a videira verdadeira em santidade. Vs 02 e 05.

Está ligado em santidade a Jesus é a garantia de produzir o fruto certo. Porque Jesus disse que conheceríamos a natureza de uma pessoa pelos frutos que ela produz? Simples, porque uma pessoa não pode gerar uvas nutridas por uma bananeira. Ela até pode afirmar ser uma vara da videira, mais as pessoas dificilmente acreditarão nisso porque o seu fruto não condiz com os da videira. Como Igreja e vara ligada a videira verdadeira devemos ter a consciência de que tudo que cresce fora da videira é um fruto de rebelião e não reconhecido como um fruto para Deus.

Tudo que cresce e não está ligado à Jesus e a uma liderança espiritual levantada por Deus não é visto como fruto da videira. Todo fruto de alguém que esteja realmente ligado à videira, vai se perpetuar e será benéfico para toda a videira. Além disso, esse fruto permanecera e dará ainda mais frutos.

A segunda condição é permanecer na videira. Vs. 07

“Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito...”

A vara precisa está na videira para ser reconhecida como videira. Jesus está falando da necessidade de um relacionamento diário com ele em amor, através da oração e crescimento em sabedoria espiritual através da sua santa palavra. A oração nos eleva e nos mantêm dentro da perfeita vontade de Deus, e está dentro de sua vontade é a garantia da frutificação perfeita.

"Basta ao discípulo ser como seu mestre, e ao servo como seu senhor. (Mateus 10 : 25)

A terceira condição é dar muitos frutos. Vs. 08

Igrejas, ministérios e vidas infrutíferas não glorificam a Jesus. A grande tarefa da Igreja na terra é saquear o inferno e povoar os céus. Jesus não admite que alguém se diga seu discípulo, sem que o tal tenha frutos para provar que realmente é seu discípulo e está ligado a videira verdadeira. Mensagens com temas e tópicos bem definidos que provocam cocegas nos ouvintes, mas não causam neles qualquer mudança de vida e de caráter não são mensagens que tem a sua raiz na videira. Canções bem executadas e bem trabalhada por uma voz afinada e treinada que não elevam os corações e não santificam e glorificam a Deus nada mais é do que entretenimento evangélico, se o talento não for usado para ganhar vidas para o reino de Deus com o seu talento o mesmo não está glorificando de maneira eficaz a Deus.

Em quarto lugar Jesus diz que apenas os que guardam, respeitam e observam os seus mandamentos são seus discípulos. Vs. 10

O verdadeiro discípulo de Cristo, ligado nEle, tem uma grandiosa consideração pela palavra de Deus e contra ela jamais se torna rebelde. Ele faz da palavra seu alimento diário e nutre dela sua alma e coração. Ele busca seu conselho e a ensina a todos em sua volta. O servo ligado a videira verdadeira nunca se afastará da palavra e nem a irá destorcer ou à manipular afim de conseguir se aproveitar de seus ouvintes.

Em quinto lugar Jesus diz que apenas aqueles que amam ao seu irmão como Ele mesmo nos amou será seu discípulo. Vs. 12 e 13.

Esse é um ponto crucial para nós. Como Jesus nos amou? O que Ele fez por nos amar? O que suportou por esse amor? Até onde Ele foi capaz de ir por nos amar? Ele nos amou até a morte e morte de Cruz. Ele suportou os açoites, as blasfêmias e os escárnios. Agora ele diz a qualquer que esteja ligado na videira e que se diz seu discípulo que faça o mesmo! Ame o seu irmão! Se sacrifique para que ele obtenha vitorias. Chore com ele, se alegre com ele, ore com ele e o ame.  E até mesmo quando as coisas realmente apertarem e ficarem difíceis entre vocês dois, suporte-o em amor!

"Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,"  (Efésios 4 : 2) Nunca se canse de amar ao seu irmão, nunca desista dele!

E por fim Jesus diz que seus discípulos são aqueles que receberam o seu Santo Espírito em suas vidas. Vs. 26 e 27.

O Espírito Santo de Deus é o selo de sua promessa sobre nós. Ele deve ser buscado e honrado em nossas vidas. O Espirito Santo é uma pessoa e como tal anseia por ter intimidade conosco e  uma parceria para grandes realizações no reino de Deus. Jesus disse que o espírito Santo seria o nosso mestre, consolador e condutor. Jesus nos ensina a confiar no Espirito Santo assim como confiamos nEle.

 

O Fruto da Videira Verdadeira

Quando falamos da Videira Verdadeira, não podemos nos esquecer dos seus frutos, pois é da videira que vem a deliciosa uva, e é da uva que vem o vinho. Para se sentir a doçura da uva é necessário romper a sua casca. Isso fala de poderosas experiências com Deus. Isso nos fala de reconhecer quem nós somos em Deus e de entrar nas regiões celestiais. Nos mostra a necessidade de rompermos pela fé as barreiras do sobrenatural e através dessa fé pura e simples recebermos a doçura dos milagres, e as grandezas do amor de Deus.

Quando a uva não é recolhida e degustada diretamente da Videira, ela pode ser transformada em vinho através do um engenhoso processo. O vinho tem um grande valor simbólico na bíblia.

O vinho é símbolo de pelo menos três coisas extraordinárias na bíblia.

No Antigo Testamento o vinho está sempre relacionado com alegria da alma. Já no Novo Testamento o vinho está totalmente relacionado ao poderoso sangue de Jesus Cristo, e consequentemente é símbolo de salvação, libertação e proteção. E ainda no porvir, no reino celestial o vinho é símbolo da vitória completa. As sagradas escrituras nos asseguram que depois de passar todas as coisas e o Senhor Jesus fizer nova todas as coisas, nos assentaremos à mesa com Ele e tomaremos vinho na presença de Deus e seus anjos!

"Em verdade vos digo que não beberei mais do fruto da vide, até àquele dia em que o beber, novo, no reino de Deus."  (Marcos 14 : 25)

"Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou."  (Apocalipse 19 : 7)

Essa é a bem aventurada esperança da Igreja, sentar-se à mesa e beber vinho diretamente da videira verdadeira na cidade santa, a nova Jerusalém, ao lado do Agricultor e grande autor de toda a obra da salvação!

Os que têm essa esperança e têm seus corações ligados na videira digam com o coração cheio de fé:

"Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus."  (Apocalipse 22 : 20)

Oséas Pontes, servo de Deus e vosso!

Pr. Oséas Pontes

Pastor Pres. da AD - Shekinah em Teresina/PI, Vice-Pres. e Pres. do Conselho de Ética da CEADEP - Convenção Estadual das AD - Shekinah Estado do Piauí, Presidente da Comissão de Temário da União de Ministros da AD do Nordeste e e Vice Presidente do Conselho de Ética da Convenção Geral das AD no Brasil. oseaspontes.blogspot.com.br

Pr.  Oséas Pontes

Comentários


radio web adonai - 23/01/2015 14:29:33

://radio-web-adonai5.webnode.com/

radio web adonai uma palavra para o seu coração

Solange - 25/01/2015 17:52:11

Mensagem edificante.

Ivanilda ferreira - 25/02/2015 22:45:07

E muito bom aprender-mos o verdadeiro significado da videiraverdadeira que È CRISTO JESUS

calos magno - 28/07/2015 17:22:54

Ótimo muito bom

Dora Ferreira - 27/09/2016 19:04:43

Linda a mensagem. Eu bebi dessa fonte Pr.Oséas, o texto nos leva refletir profundamente sobre a nossa vida e dependência de Deus para realizar a sua vontade. A simbologia do ramo; se desligar da arvore, não poderá produzir frutos, sem Jesus no comando como produzir frutos? A Árvore é a Videira, a Videira é JESUS, e nós os ramos, ligados na videira frutificaremos, o contrário nada feito. Tenho uma pergunta a fazer: A árvore da Vida do jardim do Edem, tem algo a ver com a Videira? (Jo.14)? Se o senhor puder me responder lhe agradeço.
Dorinha. Deus continue lhe abençoe. Obrigada

Você pode selecionar um ou mais smiley face para inserir em seu comentário

Todos os comentários nesta página estão sujeitas aos nossos Termos de Uso e não refletem necessariamente a opinião do Portal Fiel ou dos seus colaboradores. Ajude-nos a acompanhar os comentários que são ilegais, prejudicial, ameaçador, abusivo, vexatório, difamatório, vulgar, obsceno, odioso, ou racial, étnico ou censurável.

Artigos

Para sua edificação
Aspiração ou cobiça? 2015-07-17 14:20:27

Através dos nossos olhos temos a oportunidade de ver tudo o que nos pertence e também tudo

A Tentação de Jesus - Subsídio Para Lição Bíblica 2015-05-21 10:39:43

Satanás intentou frustrar o ministério de Jesus pouco antes do seu início.

O segredo para chegar ao topo 2015-05-21 10:25:54

Podemos até acordar e decidir subir uma montanha, no entanto, sabemos que não é como ir ao

6 passos para o novo nascimento 2015-04-16 11:27:25

Nascer de novo é uma opção dada por Cristo, àqueles que querem recomeçar de maneira difere

Copyright © Portal Fiel - Gospel | Teresina | Piauí - Todos os Direitos Reservados

 

As imagens utilizadas neste site são frutos de pesquisas na internet, e podem possuir direitos autorais. Caso seja o autor de alguma imagem e gostaria de ter seu nome incluído ou mesmo não permitir o uso da imagem entre em contato com o site.